7 pecados capitais que os coaches cometem na sua estratégia de marketing

Coaching é uma paixão para o coach – mas claramente também é um negócio, e por mais que seja baseado em prestar uma ajuda, o coach precisa ser recompensado.

Então, sendo um negócio, o seu trabalho precisa de uma estratégia de marketing para funcionar bem, atrair mais clientes e manter um relacionamento com o seu mercado.

Neste artigo completo você vai descobrir os 7 pecados capitais que os coaches cometem na sua estratégia de marketing, e como evitar tais erros na sua estratégia de negócios como coach.

#1 – Não ter estratégia

Pode parecer um pouco óbvio, mas não ter uma estratégia para conseguir clientes é um tiro no pé para um negócio de coaching.

Ainda que o seu negócio esteja funcionando bem de forma autônoma – e digamos que os seus primeiros clientes indicaram novos clientes e você está vivendo deste fluxo de indicações, por exemplo – uma hora este fluxo pode paralisar, e você estará com problemas em seu negócio.

Uma estratégia importante para o seu negócio é encontrar um caminho de comunicação com o seu público, de forma que você, deliberadamente, eduque mais e mais pessoas sobre o seu trabalho, e estes podem vir a ser seus clientes.

Este trabalho ativo de prospecção coloca seus resultados em suas mãos.

#2 – Não se comunicar com um público específico

Ser genérico demais, falar de assuntos demais ou simplesmente não falar de nada pode ser um grande problema para o seu negócio de coaching.

A melhor forma de se conectar com pessoas é através de uma comunicação que os interesse, então no momento que você cita um assunto que não interessa para sua audiência anterior, você a confunde, e quebra o padrão de conexão. Aposte na formação de uma persona de coaching.

#3 – Acreditar que é vantagem ser o “faz tudo”

É muito difícil ser uma referência em tudo, e as pessoas enxergam desta forma, portanto mesmo que você seja o coach que conquista grandes resultados em qualquer nicho, é importante que você busque se tornar uma autoridade em apenas um nicho de atuação.

Leia também:  Use seus pés para ativar sua mente

Imagine qual é o melhor perfil de cliente para o seu gosto e para o seu mercado, seja um especialista para este público, e garanta o seu espaço no mercado.

#4 – Não ter o que vender

Este é um ponto de confusão para alguns coaches.

Imagine que o seu negócio de coaching é uma loja: quando o cliente entra na sua loja, o que ele deve comprar? Por onde ele deve começar?

Ainda que você faça uma apresentação preliminar para o cliente, é importante ter algo para oferecer, como processos individuais, em grupo, presenciais ou online, com quantidades pré-determinadas de sessões.

#5 – Não usar um método próprio

O coaching em si tem se tornado bastante popular, então é interessante que você pense em adotar um formato de processo que se torne único.

Crie uma marca interessante, com um mote e uma promessa bastante focada no seu público e torne isso uma marca registrada.

É a melhor forma de argumentar com pessoas que já estão formando opiniões sobre quanto vale um processo de coaching, e uma forma segura de dizer “Ok, coaching com outro profissional pode ser mais barato, mas o meu método é único, e gera resultado!”

Desde que gere resultados de fato – integridade sempre!

#6 – Apostar em todas as redes sociais

Muitos especialistas de marketing digital reforçam a importância dos profissionais e empresas estarem presentes em todas as plataformas.

A verdade é que a função principal do coach é atender em coaching, então a demanda de se promover em todas as redes sociais com conteúdo de qualidade é bastante intensa.

Se você estiver começando, ou fizer questão de administrar suas próprias plataformas, foque naquelas que são mais relevantes para o seu público alvo, e onde você pode transmitir sua mensagem de forma mais eficiente.

Com o tempo, e com o avanço do seu trabalho, você terá recursos para contratar um social media profissional, que administrará as suas redes sociais por você, e então terá ainda mais tempo e liberdade para focar naquilo que realmente importa: fazer coaching.

Leia também:  Como ajudar o coachee a se desprender e evoluir

#7 – Querer vender para um lead frio

Coaching não é um processo barato ou simples de decidir, então é um erro muito comum dos coaches de tentarem vender um processo de coaching para pessoas que nunca ouviram falar de coaching ou nunca ouviram falar na pessoa.

Investimentos de alto valor precisam de um ingrediente básico para acontecerem: confiança, então você precisa estabelecer este ponto de confiança com seus potenciais clientes.

Algumas pessoas conseguem tomar decisões de forma mais rápida, e outras pessoas precisam perceber consistência e verdade no seu trabalho e na sua comunicação, e amadurecer esta confiança, para se tornarem seus clientes quando finalmente se sentirem seguros para isso.

Mantenha a sua audiência aquecida de conteúdos e provas que demonstrem seu conhecimento e eficiência – cada ação percebida é uma semente plantada na mente do seu público.

Assine, não perca nenhum conteúdo:

7 pecados capitais que os coaches cometem na sua estratégia de marketing
4.8 - 6 votos
SistemizeCoach
Siga-me

SistemizeCoach

Uma única plataforma para gerenciar todo o processo de coaching. Com a SistemizeCoach, você não precisará de Excel, Word e Outlook para gerenciar as suas sessões.

Crie ferramentas visuais, armazene o histórico de suas sessões e tangibilize o processo com relatórios completos para o seu coachee.

CONHEÇA A PLATAFORMA
SistemizeCoach
Siga-me