Coach precisa de um site?

Você já deve ter ouvido diferentes perspectivas sobre este assunto.

Alguns dizem que o site é uma ferramenta essencial para o coach, outros dizem que o coach consegue se virar muito bem com um bom trabalho nas redes sociais, driblando a necessidade de ter um site.

Entre prós e contras, vamos analisar as verdadeiras necessidades do coach em ter um site de trabalho.

Qual é a estratégia?

Seja por um site ou por qualquer outro canal, que pode inclusive ser off-line, é importante que o coach tenha uma estratégia de divulgação e crescimento bem elaborada e estruturada.

Todos os caminhos funcionam para aquele que coloca as estratégias certas em ação para fazer acontecer.

Acontece que o mercado está cheio de experts de marketing digital oferecendo ideias diferentes todos os dias – de acordo com aquilo que vai te deixar mais próximo da estratégia de vendas dele próprio.

Então o primeiro ponto crucial é pensar se você realmente tem uma estratégia para montar o seu site.

Site ou Blog?

A diferença principal quando falamos de site ou blog está justamente nas atualizações.

Quando você tem um blog, precisa ter uma boa frequência de postagem, e bastante conteúdo de qualidade, pois além de ser um canal poderoso, começamos a falar de sermos encontrados no Google.

O blog é basicamente uma mídia em constante transformação, pois você precisa fazer a sua atualização constante, sempre se mantendo pertinente para seguidores.

Na sua estratégia, o blog também pode se tornar um ponto de encontro dos demais canais, afinal você pode direcionar as pessoas das suas redes sociais para o seu blog, gerando ainda mais relevância para o blog como estratégia – é uma mídia que aceita todos os formatos: texto, vídeo, áudio e imagens.

Agora, se você pensa no site como uma versão virtual de um cartão de visitas, com as suas informações básicas e dados de contato, é uma possibilidade barata de mostrar algum profissionalismo, mas não é uma estratégia, então não tem potencial real de te trazer mais clientes e gerar resultados de conversão em novos processos, é apenas uma obrigação institucional.

O blog vai exigir mais de você, com conteúdo pertinente para o seu público-alvo, e um foco bastante claro de eliminar objeções, gerar autoridade e incentivar as pessoas a conhecer mais o seu trabalho – aí sim você tem uma ferramenta com real potencial de gerar novos negócios.

Selecione um tema que forneça uma leitura leve e fácil. Você também pode inserir plugins para muitas coisas como criar popups, captar leads, inserir sua página do Facebook, entre tantas outras coisas.

O mais importante do blog é a geração de conteúdo de qualidade. Pense em coisas, que as pessoas que são seu público, pesquisam na internet e ofereça conteúdo que pode ajudá-las. Desta forma você se torna referência no assunto.

E as redes sociais?

É claro que como coach você consegue fazer muito movimento nas redes sociais, inclusive sendo citada como uma fonte principal de novos contatos por muitos especialistas online.

É inegável que as pessoas ficam muito tempo nas redes sociais, e procuram assuntos que são de seu interesse também por estes meios, é uma grande zona de engajamento, mas que carrega alguns fatores complicadores para a estratégia do seu negócio de coaching:

  • Quando você escolhe trabalhar apenas com as redes sociais, está fincando uma bandeira em um terreno alugado – aquele espaço não é seu, então o Facebook, por exemplo, pode decidir em um belo dia que a sua conta não é mais relevante e deletar a sua página, e então o trabalho e a estratégia são totalmente perdidos;
  • As redes sociais estão desenvolvendo algoritmos que exigem cada vez mais investimentos para amplificar o alcance da entrega – no próprio Facebook, por exemplo, a entrega orgânica, ou seja, sem impulsionamento com anúncios, está na faixa de 2%;
  • É preciso considerar muito bem qual é o formato mais natural de comunicação para você se expressar melhor e conquistar mais pessoas;
  • O YouTube é uma ótima opção se você é comunicativo;

Caso você entenda as estratégias periféricas para buscar as pessoas para a sua causa, e saiba gerar polêmica positiva, puxando a interação, o Facebook pode funcionar bem para você.

Inegavelmente a rede que reina com as imagens é o Instagram – ótima inclusive para gente mais descontraída e com forte conteúdo motivacional.

Se o seu cliente ideal tem a carreira como prioridade, certamente o LinkedIn é pertinente para ele.

Quando você tem desenvoltura com áudio, o Podcast funciona bem, e até mesmo o WhatsApp.

Lembrando que qualquer formato de mídia cabe bem ao blog.

Veredito

Um site ou blog bem elaborado pode gerar resultados positivos para a sua imagem profissional e para trazer mais pessoas para perto do seu trabalho e da sua causa.

Leia também:  Ressignificação e a sua importância no processo de coaching

Ainda assim, é preciso ter cuidado para não sobrecarregar o seu trabalho com a produção de material digital, tirando o foco daquilo que realmente importa para a sua profissão, que é o atendimento em coaching em si.

Se você está começando a sua carreira de coach, preocupe-se em construir um nome com bastante velocidade, e então pode optar por ter o site institucional para gerar credibilidade, ou um blog para alimentação de conteúdo de qualidade, já como um investimento no longo prazo.

Se a sua carreira de coach já está estruturada e caminhando consistentemente, será difícil se manter longe da necessidade de ter um site, afinal é uma ferramenta pertinente que pode agregar muito para o seu negócio.

Algo muito interessante que vale a pena destacar é que a plataforma SistemizeCoach oferece uma ferramenta gratuita para o coach criar seu site institucional. Além da ferramenta para criar site, a plataforma tem outras ferramentas de marketing, como por exemplo, a criação de uma página para captura de leads. Vale a pena iniciar o teste gratuito e testar estas possibilidades.

Alternativa…

Uma dica poderosa, que também foi uma das grandes sacadas do mega empreendedor Jeff Bezos, fundados da Amazon, é terceirizar o trabalho que você não quer executar.

Talvez não seja uma opção para o começo da sua carreira, mas existem pessoas especializadas em fazer a gestão de redes sociais e blogs que podem tomar conta da sua comunicação, garantindo que a interação com as pessoas esteja em dia, enquanto você se dedica à sua verdadeira arte, que é ajudar pessoas no atendimento direto.

Deixe um especialista fazer por você o que você não precisa fazer sozinho, e foque no que realmente importa para o seu negócio de coaching.

Assine, não perca nenhum conteúdo:

Coach precisa de um site?
5 - 2 votos
SistemizeCoach
Siga-me

SistemizeCoach

Uma única plataforma para gerenciar todo o processo de coaching. Com a SistemizeCoach, você não precisará de Excel, Word e Outlook para gerenciar as suas sessões.

Crie ferramentas visuais, armazene o histórico de suas sessões e tangibilize o processo com relatórios completos para o seu coachee.

CONHEÇA A PLATAFORMA
SistemizeCoach
Siga-me

Últimos posts por SistemizeCoach (exibir todos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *