Como mudar de nicho de coaching?

Uma das poderosas tendências do mundo do coaching é a capacidade dos profissionais se especializarem em uma área de atuação, que conhecemos como nicho.

Nicho de coaching é o recorte de mercado que o coach escolhe atuar, como por exemplo, finanças, concurso, saúde e emagrecimento, negócios, empresarial, entre outros.

Agora, é possível que o coach consiga mudar de nicho de coaching durante a carreira?

Vamos explicar tudo sobre esta questão de mudança de nicho de coaching neste artigo, ressaltando quais são as vantagens e desvantagens desta mudança de direção profissional, e como realizar tal mudança.

A escolha de um nicho de coaching

Antes de entrarmos no mérito de mudança de nichos de coaching, é interessante ressaltar que o coaching nos Estados Unidos, que é o berço desta ciência, não admite esta separação entre nichos e mercado de atuação para coaching. No mercado americano, o coach é coach de tudo.

De fato, o coach que faz uma formação genérica tem as habilidades e ferramentas para conduzir qualquer tipo de processo e transformação.

Há uma ressalva, de que o business coaching é a única especialização oficial de mercado, visto que a atuação com empresas tem algumas particularidades.

O fato é que, no mercado brasileiro, ter um nicho de coaching tem se mostrado uma poderosa tendência, e cada vez mais as pessoas que fazem coaching estão interessadas em buscar um coach que seja um especialista no seu objetivo desejado.

Faz sentido se pensarmos que o coach que já emagreceu 100 pessoas fará um trabalho melhor que o coach que teve 100 atendimentos, mas apenas 10 destes foram com foco em emagrecimento.

A especialização é muito positiva para o negócio com nicho de coaching, e também para o cliente, afinal a tendência é de que este coach domine cada aspecto específico deste tipo de problema em que ele foca.

É o mesmo que pensarmos no médico que é clínico geral e o médico que é ortopedista especialista em joelhos – é uma opinião muito mais assertiva, afinal é um exercício constante dentro do mesmo campo de atuação.

Este é o modelo de pensamento que leva atletas a treinarem habilidades específicas, que se tornam suas vantagens competitivas, assim como Michael Jordan fez quando treinava centenas de arremessos todos os dias.

Leia também:  Porque um coach deve construir uma lista de e-mails?

A decisão de mudar de nicho

Então a decisão de fazer uma mudança de nicho de coaching está principalmente conectada com a forma como o coach faz a sua comunicação e marketing.

Quando o coach é especialista em uma área, toda a sua comunicação é voltada para os clientes desta área, focada em engajar e conectar com as dores deste público.

Este é o momento, portanto, que o coach realmente precisa tomar uma decisão em relação à mudança – e existem diferentes estágios e pesos que geram diferentes resultados pela transição.

Quando o coach tem uma longa jornada, diversos atendimentos, centenas de depoimentos e milhares de seguidores, é uma decisão estratégica realmente impactante, tanto para seu público como para seu negócio.

A teoria do marketing é de que as pessoas se conectam pela mensagem e pela especialidade do coach, então uma mudança de nicho de coaching, da água para vinho, tende a manter algumas pessoas e desconectar uma maioria que está interessada no assunto específico. Imagine que você acompanha um blog que fala de futebol, e de repente o mesmo blog começa a falar de moda – não há interesse, não há conexão.

Então a grande pergunta neste ponto é: você precisa realmente usar o mesmo perfil?

Se a sua carreira foi construída sobre uma marca, e não sobre seu nome, a transição de nicho de coaching tende a ser mais simples, porque você pode:

  • Manter a marca atual;
  • Diminuir o volume de comunicação;
  • Padronizar o seu processo dentro de uma embalagem que se transforme em um curso online ou livro, que te manterá uma renda recorrente;
  • Continuar atendendo neste nicho, em menor volume e;
  • Começar um novo perfil do zero;

É importante ressaltar também que o novo começo é um novo começo. Se você tem 100 mil seguidores, e começa um novo perfil com 0 seguidores, você não tem nome no novo mercado e tem 0 seguidores.

Até é possível falar de seu novo projeto no perfil anterior, mas pode ser que o público errado seja atraído, e então você terá volume de pessoas, mas estas não serão qualificadas para ser clientes no novo nicho. (Estamos usando seguidores como número de parâmetro, visto que a maioria dos coaches tem uma importante estrutura online).

Leia também:  Como se sentir mais confiante para vender seus serviços de Coaching

Agora, o cenário de mudança de nicho de coaching é bem diferente para o coach que está começando, tem pouco ou nenhum histórico de atendimentos e conta com 300 seguidores em seu perfil de rede social.

Este exemplo demonstra uma transição mais simples, afinal a perda é pequena, visto que em termos de peso no mercado, você ainda não teria grande relevância.

De qualquer forma, existe uma grande preocupação dos coaches em acreditar que nicho de coaching é uma condenação, quando na verdade você vive um momento de mercado, e não há problema em querer mudar e se aventurar em um novo nicho.

Em termos de negócio, é interessante seguir nossas recomendações e manter este paralelo durante uma fase de transição, mas em termos de trabalho e satisfação profissional, nada pode ser melhor que atuar em um nicho que realmente se goste.

O coach é o profissional que prega a felicidade, e negócios não devem ser um motivo para infelicidade, apenas é aconselhável planejar a transição. E planejamento definitivamente não é um desafio para o coach.

Assine, não perca nenhum conteúdo:

Como mudar de nicho de coaching?
5 - 1 voto
SistemizeCoach
Siga-me

SistemizeCoach

Uma única plataforma para gerenciar todo o processo de coaching. Com a SistemizeCoach, você não precisará de Excel, Word e Outlook para gerenciar as suas sessões.

Crie ferramentas visuais, armazene o histórico de suas sessões e tangibilize o processo com relatórios completos para o seu coachee.

CONHEÇA A PLATAFORMA
SistemizeCoach
Siga-me