Como ser um coach mais confiante?

Pensando em buscar dicas para coaches se tornaram mais confiantes, encontrei dois artigos que podem ajudar se esta for a sua dificuldade. Karen WilliamsMinda Zetlin citam algumas dicas que podem ajudar. Dentre elas as que posso mais destacar são sobre pensar grande e corretamente e não ter medo de errar. Elas são a base para sua confiança e com elas você irá alcançar grandes jornadas. Leia uma junção dos dois textos a seguir e veja se você está fazendo sua parte para ser um coach confiante:

Coaches que não tem confiança tem dificuldade de realizar atendimentos que superem expectativas. Geralmente sentem que não foram preparados o suficiente em sua formação. Eles podem ter medo de suas habilidades ou temem pela sua falta de experiência. Preocupados que não irão conseguir evoluir, ficam estagnados, ou ainda não se sentem preparados para dizer às pessoas o que fazem.

Um problema é que vários coaches não percebem que o coaching é um negócio, e há também um número de coaches que não percebem que o coaching que gera resultado genuíno é o segredo. Eles colocam toda a sua energia em marketing, constroem sua listas de email, destacam o seu perfil, mas ainda não são muito bons no que fazem. Em primeiro lugar, aprenda a mudar vidas através do coaching, depois você pode investir em marketing.

Muitos coaches, quando se qualificam, investem em competências essencialmente empresariais, porém eles precisam também entender de pessoas. Então, se você quer se tornar um coach confiante, aqui estão algumas dicas:

1. Aprenda a ser um GRANDE coach:

Isso é muito mais do que ter uma boa qualificação. Tenha experiência em fazer perguntas, saiba ouvir os outros e a construir rapport. Você pode conseguir experiência atendendo coachees, ou pode ser no seu dia-a-dia em conversas com outras pessoas.

2. Tenha experiência:

Para se tornar um grande coach, faça atendimentos pro-bono. Isso lhe dá a oportunidade de construir sua experiência e ainda pode lhe render retorno, pois esses pro-bono podem se tornar clientes pagantes. Muitos coaches começam desta forma.

Leia também:  Estabelecendo rapport com o coachee

3. Desenvolva seu kit de ferramentas:

Você não precisa assistir a vários tipos de treinamentos ou comprar milhares de cursos, mas ter um kit de ferramentas vai ajudar muito você e seus coachees. Comece com você e suas habilidades, e construa ferramentas com o conhecimento e experiência que você tem.

4. Coloque seus pensamentos em seu lugar:

O ser humano médio tem 65.000 pensamentos todos os dias e 85 a 90 por cento deles são negativos – coisas para se preocupar ou temer. Eles eram importantes para nós no passado – se deixarmos nossa vida em perigo, nosso cérebro quer ter certeza de que não iremos mais fazer isso novamente. Mas hoje em dia este mecanismo de sobrevivência trabalha contra nós, porque nos faz focar em nossos medos em vez de focar nas esperanças e nos sonhos.

O ponto é estar ciente de que seu cérebro funciona desta maneira, e manter essa negatividade controlada. O que você tem que perceber é seus pensamentos são apenas pensamentos. Eles não representam necessariamente a realidade.

5. Dê um passo todo dia para fora de sua zona de conforto:

Há uma coisa engraçada sobre a zona de conforto. Se sairmos dela regularmente, ela se expande. Se ficarmos dentro dela, ela encolhe. Evite ficar preso dentro de sua zona de conforto, faça coisas que estão fora dela.

Todos já tivemos experiências em que fizemos algo que nos aterrorizava, e depois descobrimos que não era tão ruim. Nem sempre vai ter alguém à disposição para nos tirar de nossas zonas de conforto, por isso temos de fazer por nós mesmos. Basta agir!

6. Não tenha medo de errar:

Às vezes, você só precisa pegar e fazer. E não se preocupe se você acha que vai dar algo errado. Para ser sincero, o seu coachee não saberia o que você ia dizer, e se você errar, ele provavelmente nem vai notar. E se notar, o que pode acontecer de pior? Aprenda com o erro, tire ele do seu sistema e, em seguida, siga em frente.

Leia também:  Como fazer as perguntas certas para os coachees?

7. Encontre um mentor:

O que quer que você faça, há provavelmente outros que já tenham feito antes de você e que podem oferecer conselhos úteis ou pelo menos servir como modelos. Encontre essas pessoas e aprenda com elas tudo que você puder.

8. Faça o dever de casa:

Em quase todas as situações, a preparação pode ajudar a aumentar a sua confiança. Tem que fazer um discurso? Pratique várias vezes, grave a si mesmo e ouça. Vai conhecer pessoas pela primeira vez? Procure por elas na internet e veja seus perfis nas redes sociais. Se você está preparado você estará mais confiante.

9. Faça contratos com seus coachees:

Tenha a permissão dos seus coachees e descubra como querem que você coloque eles de volta no caminho certo, se eles querem que você faça (ou não) sugestões e explore expectativas de ambas as partes com o processo.

10. Simplesmente faça!

Faça uma pré-visualização de uma sessão perfeita, com você sendo um coach confiante. Use afirmações “e se”. E se você for um coach super confiante? Pense e torne-se um!

Assine, não perca nenhum conteúdo:

Como ser um coach mais confiante?
5 - 3 votos
SistemizeCoach
Siga-me

SistemizeCoach

Uma única plataforma para gerenciar todo o processo de coaching. Com a SistemizeCoach, você não precisará de Excel, Word e Outlook para gerenciar as suas sessões.

Crie ferramentas visuais, armazene o histórico de suas sessões e tangibilize o processo com relatórios completos para o seu coachee.

CONHEÇA A PLATAFORMA
SistemizeCoach
Siga-me

Últimos posts por SistemizeCoach (exibir todos)

Um comentário em “Como ser um coach mais confiante?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *