Como fazer um melhor processo de Executive Coaching?

À priori o objetivo maior da busca pelo coaching executivo é fazer com que o executivo em questão aumente as suas habilidades e competências nas atividades exercidas na organização em prol de atingir metas a curto, médio e longo prazo beneficiando a empresa com resultados amplamente positivos.

Executive Coaching

Vários atributos caracterizam um bom coach, porém existem alguns que se destacam em meio a demais habilidades. Procure um executive coach que apresente entre várias outras, características como:

  • Energia positiva;
  • Empatia;
  • Bons Relacionamentos Interpessoais;
  • Autoconfiança;
  • Visão sistêmica;
  • Objetividade;
  • Resiliência;
  • Flexibilidade;
  • Direcionamento Assertivo;
  • Especificação de Objetivos;
  • Bons Valores e bem definidos…

Desenvolver estas e outras habilidades faz parte da rotina de um coach executivo e a busca por melhorias continuas é incessante.

Assim como em um processo de coaching convencional em que há a parceria entre coach e coachee, no coaching executivo existe a parceria entre coach, coachee e um terceiro elemento que é a organização. Entre estes, é importante que todos estejam cientes do compromisso que estão firmando e de qual é o objetivo final de todo o processo, estabelecendo assim a responsabilidade assumida por cada um e mantendo a linha de foco.

Foco este que deve pela parte do coach, desenvolver no executivo (coachee) não apenas técnicas de resolução de problemas pontuais, mas desenvolver visão sistêmica e habilidades estratégicas para que esse possa de maneira sustentável, influenciar, prover motivação e liderar com excelência a sua equipe e organização.

Esta parceria deve utilizar-se dos pontos fortes do executivo para atingir metas comerciais estratégicas através das competências aperfeiçoadas pelo coaching.

Para que um coaching executivo tenha bons resultados é necessário que haja algumas ações pró-resolutivas na melhoria e busca de ações efetivas, são elas:

Leia também:  Dicas para coaching em grupo

Expansão da consciência: novas maneiras de pensar, agir, sentir, gerir, ser, ter e fazer, adaptar a forma de se relacionar com as pessoas ampliando sua visão de mundo e organização.

Respeito: Agir em prol do objetivo comum da organização de maneira íntegra, racional, empática e sobre tudo com consideração tanto à corporação quanto a pessoa que compartilha dos mesmos objetivos.

Diálogo: sempre mantendo o nível intelectual ativado e no mais alto nível de compreensão e respeito mútuo, buscando soluções e aprimoramentos.

Solução de Problemas: organização do tempo e das tarefas, planejamento tático, ações efetivas.

Pensamento Estratégico: uso do sistema cognitivo em prol da otimização do tempo, agilidade em resolução de problemas e aumento da produtividade.

Feedback: retroalimentar assertivamente os funcionários da corporação em prol do crescimento mutuo sem danos na qualidade de vida das partes envolvidas.

Estabelecimento de metas: Metas no modelo SMART , acordadas entra todas as partes. As metas devem ser estabelecidas no início do processo, podendo ser reavaliadas durante o percurso.

Aperfeiçoamento de Competências: Saber o que é o desafio, saber como fazer, agir em prol do resultado. O executivo deve obter conhecimentos, habilidades e atitudes para seguir em direção ao objetivo comercial da organização.

Indicadores: aprender a “ler” indicadores de resultados. Dados e fatos, mensurar resultados, para identificar sinais de alerta.

Isso e muito mais servem como alicerce para um bom coaching executivo, cujo objetivo é alavancar a organização e seus colaboradores de forma construtiva, sustentável, duradoura.

Quando um processo é bem estabelecido, bem estruturado e executado da forma correta, é possível identificar resultados positivos em dados e fatos, além de identificar a concretização de algumas fases do processo de coaching:

  • Conhecimento Psicológico;
  • Capacidade de Tomar Decisões Lucrativas;
  • Conhecimento Organizacional;
  • Conhecimento de métodos, técnicas e ferramentas aplicáveis de coaching;
  • Atribuições e Habilidades de coaching;
  • Continuidade do impacto do processo de coaching nos sistemas organizacionais;
  • Independência do executivo na gestão do negocio;
Leia também:  Como aumentar a inteligência emocional dos coachees com coaching

Vamos lembrar que o foco de um coaching executivo são os negócios. O executivo que ingressa neste processo deve estar preparado para aprender pela ação, reflexão, muito autoconhecimento, mudança de hábito/comportamento, e descobrir novas maneiras de alcançar resultados significativamente positivos. Este executivo irá refinar a maneira de liderar sua equipe e gerir a organização, amplificando a produtividade, saúde e bem estar de toda a sua empresa.

Assine, não perca nenhum conteúdo:

Como fazer um melhor processo de Executive Coaching?
4.6 - 5 votos
SistemizeCoach
Siga-me

SistemizeCoach

Uma única plataforma para gerenciar todo o processo de coaching. Com a SistemizeCoach, você não precisará de Excel, Word e Outlook para gerenciar as suas sessões.

Crie ferramentas visuais, armazene o histórico de suas sessões e tangibilize o processo com relatórios completos para o seu coachee.

CONHEÇA A PLATAFORMA
SistemizeCoach
Siga-me

Últimos posts por SistemizeCoach (exibir todos)

Um comentário em “Como fazer um melhor processo de Executive Coaching?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *