Confiança e sinergia como elementos fundamentais do coaching

Para que um processo de coaching flua bem, é essencial que haja algumas garantias e estímulos para o coachee, como, por exemplo, a confiança e a sinergia.

Somente despertando credibilidade e criando conexão com o cliente é que ele poderá se sentir seguro para fornecer todas as informações necessárias para a sua evolução durante o processo de coaching. Além disso, quanto mais relaxado e estimulado estiver o coachee, mais fácil será manter a sua motivação para alcançar resultados.

Conheça agora algumas dicas para gerar confiança e sinergia com os coachees e melhorar, assim, a relação entre o profissional de coaching e o seu cliente.

Explicar a dinâmica do coaching para o cliente

O processo de coaching é, na grande maioria dos casos, uma experiência totalmente nova para o coachee.

Quem se interessa em contar com a ajuda de um coach para atingir o seu objetivo específico, geralmente, não sabe exatamente o que vai acontecer durante as sessões. Isso pode causar um pouco de ansiedade e insegurança no cliente.

Para evitar que isso aconteça, é aconselhável tranquilizar o coachee, explicando como funcionam as sessões de coaching e o que é preciso fazer para que o processo flua da melhor maneira possível.

O cliente deve estar ciente de que deve estar pronto para responder perguntas sobre o seu estado atual e também sobre o seu estado desejado. O coach deve, também, explicar que é preciso que o coachee esteja psicologicamente pronto para mudanças e para realizar tarefas simples no decorrer do processo de coaching.

Convém deixar o cliente o mais relaxado possível, explicitando que não será exigida a revelação de fatos íntimos ou qualquer mudança de atitude com a qual o coachee não concorde.

Demonstrar intenção de ouvir e acolher

Como o papel do coach é conduzir as sessões de coaching com o uso de ferramentas baseadas em perguntas, sem emitir sua opinião, o coachee pode se sentir confuso em alguns momentos.

Leia também:  Copywriting para coaches

É natural que, enquanto estamos conversando com alguém, haja uma expectativa de receber informações da outra parte, por meio da fala ou de simples reações corporais. Porém, o coach não deve dar seu parecer, ele deve apenas ajudar o seu coachee a extrair suas próprias conclusões.

Então, para não interferir negativamente no desenvolvimento do cliente e também não frustrar suas expectativas de ser ouvido efetivamente, é essencial que o coach se demonstre aberto a ouvir e acolher o seu coachee.

Enquanto o coachee estiver falando, o coach deve demonstrar que está prestando atenção nas informações, acompanhando o seu cliente em rapport, e que está disposto a ouvi-lo.

Reforçar a natureza sigilosa da relação

Um dos elementos mais importantes de um processo de coaching e que deve estar presente antes mesmo da primeira sessão, descrito no contrato de coaching, é a garantia de sigilo das informações.

O coach não pode, salvo algumas raras hipóteses como confissão de crime e potencial ameaça, revelar quaisquer dados fornecidos pelos seus clientes, inclusive fora do horário das sessões de coaching. E isso deve estar muito claro para que o coachee consiga confiar plenamente no seu coach.

Se em algum momento o cliente se mostrar inibido para compartilhar algum acontecimento ou fato relevante sobre a própria vida, o coach poderá relembrar a relação de confiança e o sigilo das conversas.

Para aumentar a credibilidade, o coach pode ressaltar que não usará a história do seu cliente como estudo de caso, nem mesmo entre outros coaches profissionais.

Não se antecipar nas interpretações

Apesar do fato de o coach não emitir opiniões ou impressões sobre os dados fornecidos pelos seus clientes de coaching, em alguns momentos é preciso ajudar o coachee a interpretar informações.

Leia também:  Análise SWOT como ferramenta de coaching

Porém, antes de oferecer um direcionamento sobre uma situação apresentada,  é necessário que o coach colha o máximo de dados possíveis do cliente. Quanto mais estimulado o coachee se sentir para aumentar o seu autoconhecimento, mais aberto ele estará para interagir e criar sinergia com o seu coach.

Então, é preciso promover a interpretação de fatos pelo próprio coachee, evitando ao máximo se antecipar a ele. A interferência do coach deve acontecer, de preferência, em momentos de feedback e de esclarecimento de dúvidas e não de forma a apressar ou influenciar a tomada de decisão do cliente.

Assine, não perca nenhum conteúdo:

Confiança e sinergia como elementos fundamentais do coaching
4.9 - 14 votos
SistemizeCoach
Siga-me

SistemizeCoach

Uma única plataforma para gerenciar todo o processo de coaching. Com a SistemizeCoach, você não precisará de Excel, Word e Outlook para gerenciar as suas sessões.

Crie ferramentas visuais, armazene o histórico de suas sessões e tangibilize o processo com relatórios completos para o seu coachee.

CONHEÇA A PLATAFORMA
SistemizeCoach
Siga-me

Últimos posts por SistemizeCoach (exibir todos)

Um comentário em “Confiança e sinergia como elementos fundamentais do coaching

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *