Ferramenta de coaching análise do campo de forças

Coaching se trata de avanço, é uma metodologia de olhar em frente, alcançar objetivos e desbravar novos cenários que nos permitam atingir novos resultados.

Ainda que o movimento seja de impulsionamento, em algumas situações os fatores favoráveis de um objetivo acabam recebendo uma pressão contrária de algum aspecto limitante, e neste cenário uma ferramenta ideal para aplicação é a análise do campo de forças.

Neste artigo nós vamos desbravar a execução desta ferramenta que permitirá um olhar abrangente sobre fatores limitantes e potencialização de resultados.

O que é análise do campo de forças

Imagine dois tratores amarrados à uma pedra.

Cada trator está puxando a pedra para a direção contrária do outro trator, e com força similar – este efeito de forças de equivalência puxando em direções diferentes mantém a pedra no mesmo lugar.

Este é a situação ideal para ação da ferramenta análise do campo de forças.

Quando você tem fatores favoráveis sobre uma ação que você quer realizar, que vamos chamar de forças realizadoras, mas existem outros fatores desfavoráveis para essa realização, que são as forças dificultadoras, você acaba sem poder de realização.

O benefício desta ferramenta é fazer uma análise ampla do cenário que traz clareza de todos os aspectos da situação, em um nível que nem sempre é considerado quando tomamos uma decisão, pois normalmente as decisões são guiadas por otimismo, que acabam por ocultar os aspectos desfavoráveis.

Ambas forças, realizadoras e dificultadoras, fazendo a mesma pressão sobre uma decisão acabam criando um campo de força, que baseia o nome da ferramenta.

Como aplicar a análise de campo de força

O primeiro passo para a realização desta ferramenta é o diagnóstico eficiente do problema, portanto, defina a situação atual ou o ponto de partida para o objetivo.

No segundo passo você deve definir com clareza o objetivo que deseja atingir. Neste momento você pode invocar os aspectos da ferramenta SMART para definição de objetivos – o ideal é que cada passo dentro do processo seja dado com total clareza.

Leia também:  Como melhorar a autoconfiança e o autoconhecimento dos coachees

No terceiro passo o coach conduz uma análise das forças facilitadoras, que são todos os fatores que agem a favor da realização do objetivo.

O quarto passo consiste na reunião das possíveis forças dificultadoras, tudo aquilo que está agindo contra a vontade de construir e realizar o objetivo proposto.

Até então realizamos apenas a reunião de informações e dados sobre os fatores que impactam a realização do objetivo, então é chegado o momento em que devemos conduzir uma análise dos fatores listados, concentrando a energia em reduzir as forças resistoras e fortalecer ou adicionar às forças facilitadoras, que vão ser favoráveis para a realização do projeto.

Tudo isso nos leva ao sexto passo da ferramenta, onde nos saímos do campo de análises e levamos todas as informações e hipóteses para geração de planos de ação consistentes que levem aos resultados que desejamos com o objetivo.

O desejável neste momento é que seja gerado um plano de ação para cada força, potencializando as forças facilitadoras que vão ajudar na realização do projeto, e cada força dificultadora deve ser minimizada ou eliminada, através da busca de novos recursos, auxílio externo, ou muitas vezes simplesmente ajustando o foco para a mudança de hábitos e comportamentos.

Quando pensamos na relação das forças que estavam agindo de forma contrária, e conseguimos adicionar poder às forças facilitadoras e minimizar a intensidade das forças contrárias, geramos o efetivo poder de realização para alcançar objetivos.

É uma ferramenta definitiva para situações em que o seu coachee não consegue andar para frente ou para traz, é a situação de “empacamento” que sai de cena para dar lugar à objetivos conquistados com maior eficiência.

Similaridades e aplicação como hábito

Existe uma similaridade com a ferramenta SWOT no formato de perguntas e conceito de estrutura.

Leia também:  Quais perfis podem se beneficiar com o coaching?

Como diferenciação, pode-se perceber que o foco da ferramenta de análise de campo de forças está em potencializar a realização de objetivos decididos que não caminham sozinhos, justamente pela ação das duas forças, enquanto a ferramenta SWOT tem uma aplicação mais facilitada para a validação de estratégias e tomada de decisão consciente.

Muito da aplicabilidade das ferramentas também será baseado na caminhada e experiência do coach, que sentirá mais facilidade de aplicação de algumas ferramentas perante outras – é uma seleção natural de maturidade de atuação.

Também vale lembrar que o coaching é uma metodologia que pretende gerar independência e poder de realização para seus clientes.

A ferramenta de análise de campo de forças é uma ferramenta que cabe uma explicação detalhada de cada passo para o seu coachee, para que ele consiga, em outras situações ou momentos de sua caminhada aplicar o mesmo conceito, fazendo o constante fortalecimento de suas forças facilitadoras e minimizando o impacto das forças limitadoras.

A aplicação desta ferramenta pode se tornar um hábito de potencialização de resultados, certamente uma boa adição à sua gama de ferramentas.

Assine, não perca nenhum conteúdo:

Ferramenta de coaching análise do campo de forças
4.7 - 19 votos
SistemizeCoach
Siga-me

SistemizeCoach

Uma única plataforma para gerenciar todo o processo de coaching. Com a SistemizeCoach, você não precisará de Excel, Word e Outlook para gerenciar as suas sessões.

Crie ferramentas visuais, armazene o histórico de suas sessões e tangibilize o processo com relatórios completos para o seu coachee.

CONHEÇA A PLATAFORMA
SistemizeCoach
Siga-me

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *