O processo de coaching pode mudar uma outra pessoa?

Na carreira de coach, atendendo vários clientes durante nossa jornada, podemos nos deparar com os mais diversos casos – e uma situação que certamente pode acontecer com o coach é de um cliente ter um objetivo baseado em outra pessoa.

Imagine a situação de mudar outra pessoa – de um marido que quer que a mulher seja mais companheira, ou um pai que quer que o filho seja mais estudioso, ou um funcionário que deseja ser percebido pelo seu gerente.

Nestes casos o objetivo final é de atrair a atenção das pessoas próximas para se adaptar à uma visão do coachee. Como o coach deve lidar com isso?

Isso é o que vamos explicar neste artigo – O que fazer quando o objetivo do cliente de coaching é direcionado para outra pessoa?

Podemos mudar outra pessoa?

É comum que as pessoas busquem resultados para sua vida em que a responsabilidade de realização não seja integralmente delas, o problema neste tipo de situação é justamente a transferência de responsabilidade.

Você, na posição de coach, precisa ajudar o cliente a trazer a responsabilidade dos acontecimentos na vida da pessoa para ele mesmo.

Normalmente este tipo de conversa chega acompanhada de uma manifestação de insatisfação, e a vontade de mudar outra pessoa – isso porque a mente desta pessoa está orientada para terceirizar a culpa dos acontecimentos de sua vida, sem observar que provavelmente não tem feito o seu papel nesta equação.

Então o marido quer que a esposa seja mais carinhosa, mas ele não consegue enxergar que também deixou o romantismo da época do namoro para trás.

O empregado quer que o chefe o promova, mas este sempre se recusa a fazer hora extra e faz cara feia para propostas de novas tarefas.

O pai quer que o filho seja mais estudioso, mas não dá valor para o estudo e não dá o exemplo, ao estudar e ajudar o filho a estudar.

Mas então não é possível mudar outra pessoa para atingir um objetivo?

Não, não é possível mudar outra pessoa – mas é totalmente possível mostrar para a pessoa atitudes suas que inspirem a mudança de comportamento da pessoa, e assim você não precisa mudar a pessoa, apenas a percepção que ela tem sobre você.

Leia também:  Coach iniciante - Atendimento online ou presencial para desenvolver a carreira

Aplicação na prática durante o processo de coaching

Então o primeiro ponto a ser abordado durante um processo de coaching é entender a visão do coachee sobre a sua responsabilidade sobre as ações das pessoas.

Você pode começar com a seguinte colocação:

“Então você quer que (fulano) faça (o objetivo da outra pessoa) – e hoje, como você influencia positivamente a pessoa para que ela aja da forma que você quer?”

Certamente esta pergunta deixará o seu coachee pensativo – pois até o momento ele talvez não tenha percebido a si mesmo como um influenciador que pode mudar outra pessoa através da sua influência.

Então se a resposta for negativa, onde o coachee não age como um influenciador positivo, você pode perguntar:

“Qual atitude você pode começar a tomar hoje em relação à (fulano), para que ele perceba o seu apoio em mudar e melhorar em (tal aspecto)?”

Formas de incentivar positivamente as pessoas

Então pudemos perceber que não podemos, e nem devemos, mudar outra pessoa, mas podemos influenciar positivamente as ações e visão das pessoas sobre o aspecto que queremos mudar – e algumas formas de fazer isso são:

  • Elogiar – Quando as pessoas fazem aquilo que nós queremos e nós não elogiamos, perdemos a chance de fazer este reforço positivo, mostrando a nossa admiração – e o reconhecimento é muito importante para muitas pessoas, podendo até mesmo ser um de seus valores principais;
  • Participar – Em algumas situações, nós podemos mudar outra pessoa ao participar positivamente naquilo que queremos influenciar – então o funcionário pode pedir para o chefe o incluir em algum projeto, pois gostaria de participar mais nas ações da empresa;
  • Exemplo – Certamente o exemplo é uma das formas mais poderosas de ensinar, então o pai que quer que o filho estude pode fazer um curso ou aprender algo novo. Da mesma forma, um pai que quer que o filho aprenda a arrumar o quarto pode mostrar para o filho como ele faz a tarefa com alegria, e essa alegria contagiará positivamente o seu filho;
  • Inspirar – Inspirar as pessoas a mudar a partir da sua mudança também é uma forma de reforço positivo – então se a sua família está acima do peso, você pode começar uma dieta, e começar a ter resultados cuidando da saúde, para servir de inspiração, e logo as outras pessoas da sua família vão te seguir na dieta;
Leia também:  Como desenvolver características empreendedoras em coachees

Um dos grandes poderes que você como coach pode levar aos seus coachees é o poder da autoresponsabilidade, habilidade das pessoas de sucesso, que assumem o controle sobre a sua vida, e se tornam protagonistas, apesar de qualquer situação.

Então no fim das contas não se trata de mudar as pessoas, mas a forma como as pessoas nos percebem, e as respostas que tínhamos para velhos moldes vão se adaptar para nossos novos comportamentos e atitudes, gerando uma resposta positiva das pessoas ao nosso redor.

Assine, não perca nenhum conteúdo:

O processo de coaching pode mudar uma outra pessoa?
4.8 - 15 votos
SistemizeCoach
Siga-me

SistemizeCoach

Uma única plataforma para gerenciar todo o processo de coaching. Com a SistemizeCoach, você não precisará de Excel, Word e Outlook para gerenciar as suas sessões.

Crie ferramentas visuais, armazene o histórico de suas sessões e tangibilize o processo com relatórios completos para o seu coachee.

CONHEÇA A PLATAFORMA
SistemizeCoach
Siga-me