O que é necessário para ser um coach?

Em um mundo cheio de possibilidades, e também dificuldades, é cada vez mais interessante contar com a ajuda de um coach para obter direcionamento nas ações que precisam ser tomadas para que consigamos atingir nossos objetivos.

O coach tem o papel de levar os seus coachees do estado atual para o estado desejado, usando ferramentas específicas, que são baseadas em perguntas poderosas. Um processo de coaching pode ser aplicado em diversos casos, em áreas da vida pessoal ou profissional.

Não importa se o problema de uma pessoa é a dificuldade para emagrecer ou se ela tem o desejo de montar um negócio, em qualquer caso ela poderá contar com a ajuda de um coach para atingir o seu objetivo.

Além da demanda do mercado por coaches dos mais variados nichos, o coaching é bastante atrativo pela sua dinâmica de trabalho. O coach pode escolher a sua área de afinidade para se especializar, trabalhar nas horas vagas ou em tempo integral, em um espaço físico ou a distância.

Tem interesse em saber mais sobre como funciona a preparação para ser coach e o que é preciso para começar nessa profissão? Continue lendo o artigo.

Forças do Coach

Quais características preciso ter?

Para começar a atuar como coach, não é necessário ter conhecimentos prévios sobre nenhum assunto, nem mesmo escolaridade específica.

O coach deve ter na sua essência muita vontade de aprender e entender o universo dos seus clientes (coachees), para que consiga facilitar a comunicação e a conexão com cada indivíduo em que for aplicar um processo de coaching.

Apesar de o coach trabalhar, na maioria das suas sessões, com ferramentas de coaching prontas, elaboradas por ele mesmo ou por outros profissionais, é importante possuir uma certa capacidade de improviso.

Pode acontecer de, em um momento imprevisto, o coachee travar ou até mesmo se recusar a responder alguma pergunta feita pelo seu coach. Nesses momentos, é importante saber como contornar a situação de forma a estimular, motivar e manter a sintonia com o coachee.

É importante, também, que o coach possua boas habilidades interpessoais, de forma que consiga se comunicar bem com os seus clientes, ajudando-os a interpretar as suas respostas e motivando-os sempre a superar dificuldades e otimizar qualidades.

É preciso fazer um curso de coaching?

A profissão de coach não é regulamentada no Brasil, isso significa que não é exigido diploma ou certificado para que se exerça a profissão em qualquer circunstância.

Porém, mesmo com a falta da exigência legal de concluir um curso reconhecido pelo mercado, o coach que investe em uma formação em coaching possui maiores vantagens competitivas sobre aqueles que não passaram por nenhum tipo de escola especial para coaches.

Além de aumentar a sua credibilidade perante o mercado, e principalmente aos seus futuros clientes, o coach formado em uma escola de coaching de qualidade possui outras diversas vantagens.

Com a ajuda dos instrutores, o futuro coach conseguirá compreender como aplicar técnicas e ferramentas poderosas e, também, como conduzir cada sessão da melhor forma possível.

Leia também:  Como estimular o merecimento com coaching

Muitas escolas possuem alguns diferenciais como o foco na prática do coaching e ensinamentos importantes para que os futuros coaches consigam os seus primeiros clientes.

Antes de optar por um determinado curso de coaching, é aconselhado analisar a metodologia da escola e qual é o seu conteúdo programático. É extremamente recomendado participar de uma formação em coaching antes atuar como coach.

Como funciona o curso?

Há diversos tipos de cursos de coaching, alguns bastante específicos, oferecendo formação apenas para um nicho ou metodologia e outros mais generalistas, que preparam seus alunos para trabalharem com qualquer área de coaching.

Existem boas escolas de coaching que oferecem cursos de formação presencial em diversas cidades do país, principalmente nas capitais. As aulas costumam durar dois fins de semana, ou 4 dias corridos, em média.

Outra maneira de se formar como coach é estudando online. Os cursos pela internet que oferecem certificação internacional e são ministrados por professores reconhecidos, e geralmente possuem a mesma qualidade daqueles aplicados presencialmente, com algumas diferenças.

As aulas online costumam ser aplicadas de forma mais espaçada, algumas vezes apenas 1 vez por semana, e com encontros que variam entre 2 e 3 horas de duração. A presença é contabilizada por login ou por alguma atividade proposta pelo professor. É recomendado cada interessado analisar se possui o perfil certo para o formato de formação online.

Durante as aulas os alunos aprendem as principais técnicas que servirão para direcionar as perguntas aplicadas durante as sessões. Além disso, são ensinadas algumas ferramentas prontas já consolidadas e que podem ser aplicadas em diversas situações, para os mais variados objetivos que os coachees possam apresentar.

É comum, também, que os instrutores apliquem dinâmicas a serem realizadas entre os colegas, de forma que possam treinar a aplicação do processo de coaching.

Algumas escolas oferecem materiais complementares para o próprio desenvolvimento pessoal dos coaches, de forma que possam se preparar melhor para ajudarem os seus coachees nas suas dificuldades, como nos casos de medos, travamentos e crenças limitantes, por exemplo.

Quanto custa?

O preço de uma formação em coaching varia bastante, dependendo da metologia usada e de outros aspectos como especialização ou se é online ou presencial.

Os valores de um curso de coaching com certificado válido internacionalmente costumam variar de 5 a 12 mil reais. A maioria das escolas oferece facilidades no pagamento como parcelamento por cartão de crédito.

Ao avaliar o preço cobrado pela escola do seu interesse, é preciso analisar bem cada vantagem oferecida e conferir se o conteúdo está dentro do que o futuro coach espera ter como bagagem teórica.

É preciso ser psicólogo ou saber psicologia?

Algumas pessoas acreditam que o coach é uma espécie de psicólogo, mas as duas profissões não devem ser confundidas. E também é preciso ressaltar que o profissional de coaching não precisa ser formado em psicologia ou aplicar ensinamentos sobre essa área durante os seus processos.

Leia também:  Pirâmide do sucesso

Diferente do profissional de psicologia, o coach não pode fazer terapia, nem analisar o estado psicológico dos seus clientes. O objetivo do coaching é trabalhar mudanças de comportamentos e não avaliar as condições mentais dos seus coachees.

Durante a dinâmica do coaching, o coach poderá utilizar conhecimentos sobre comportamento humano, assim como outros profissionais também os utiliza, como gestores, palestrantes e professores. Mas nunca deve fazer alguma aplicação relativa à psicologia clínica, a não ser que seja um psicólogo formado, claro.

É preciso ser nutricionista para ser coach de emagrecimento?

O coach que atua no nicho de emagrecimento não precisa ser, necessariamente nutricionista ou profissional da área da saúde.

Porém, é preciso ter muita cautela durante as sessões de coaching. Mesmo que haja uma apelo do cliente, o coach que não possui formação na área não pode, em hipótese alguma, realizar algumas práticas.

Por exemplo, a indicação e prescrição de dietas é competência exclusiva do profissional formado em nutrição. Então, o coach não pode recomendar um cardápio para os seus clientes.

Da mesma maneira, também não pode ditar uma série específica de exercícios físicos, já que essa tarefa é de responsabilidade do profissional de educação física.

É preciso saber mentoring para ser coach?

É comum haver uma certa confusão entre os conceitos de coaching e mentoring. Porém, a metologia da mentoria propõe que o profissional – mentor – conduza o seu cliente ensinando um passo a passo a ser seguido.

Já o coach, aplica ferramentas e técnicas baseadas em perguntas poderosas para que o seu cliente possa descobrir a si mesmo e elaborar suas próprias estratégias.

Então, não é preciso que o mentoring e o coaching andem juntos. Há profissionais que trabalham com as duas metodologias, mas são exceções. E quando isso acontece, deve haver um acordo prévio entre coach e coachee em relação ao uso de mentoria durante o processo de coaching.

Assine, não perca nenhum conteúdo:

O que é necessário para ser um coach?
4.7 - 113 votos
SistemizeCoach
Siga-me

SistemizeCoach

Uma única plataforma para gerenciar todo o processo de coaching. Com a SistemizeCoach, você não precisará de Excel, Word e Outlook para gerenciar as suas sessões.

Crie ferramentas visuais, armazene o histórico de suas sessões e tangibilize o processo com relatórios completos para o seu coachee.

CONHEÇA A PLATAFORMA
SistemizeCoach
Siga-me

Últimos posts por SistemizeCoach (exibir todos)