Porque ter um propósito como coach é importante para você

Certamente em nenhum outro momento da sociedade se falou tanto sobre propósito como hoje em dia.

Este movimento que, de certa forma, começou com o mundo corporativo – na busca das pessoas trabalharem em funções, tarefas e empresas que agregassem sentido para suas vidas – hoje já é uma grande busca pelas pessoas em geral.

E encontrar o seu propósito está diretamente ligado ao desenvolvimento e evolução pessoal, por isso o coaching faz todo o sentido – mas e o coach, precisa ter um propósito?

Vamos explorar um pouco neste artigo a busca de propósito para os coaches que estão no mercado.

Propósito para coaches

Ter um propósito é uma bandeira que tem sido levantada pela maioria dos coaches – afinal a expectativa é que se tenha uma sensação muito positiva por ter a certeza de que se está trabalhando em algo que está alinhado com o seu propósito.

É uma viagem de volta à uma das perguntas mais básicas do ser humano: Qual o sentido da vida?

E que bom que já aprendemos bem que o sentido da vida é único, e cada pessoa encontrará o seu – mas que efeito colateral isso gera para os coaches que estão no mercado?

Nós podemos dizer que existem 4 categorias dos coaches que querem descobrir o seu propósito na profissão de coach, que são:

  • Os que já tem um propósito claro;
  • Os que estão procurando, sem pressão;
  • Os que não tem clareza, e estão desesperados;
  • Os que não sabem o seu propósito;

Então vamos seguir esta estrutura para entender como funciona este processo, e para isso, vamos usar o exemplo da cachoeira.

Imagine que você está descendo um rio em um barco sem remos – então o seu controle é muito limitado, e você percebe que logo à frente há uma cachoeira, e se nada acontecer, você vai cair. Como os recursos são limitados, só há uma opção: cair.

Quando você cai na cachoeira, o barulho e a espuma da água batendo vão gerar uma grande sensação de aflição e desespero – até o momento que você se acalma, e consegue enxergar a luz do sol, e nadar para cima.

Agora, como esta história se assemelha à busca de propósito dos coaches?

Leia também:  Copywriting para coaches

O começo da carreira é um caminho em que normalmente não se tem tanto controle – tudo é novo, você está na fase de testes, aprendendo a prestar o serviço e aprendendo a fazer funcionar – assim como o barco sem remos.

No meio desta sensação, você começa a ser bombardeado pelas pessoas e colegas de mercado dizendo que você precisa ter um propósito na sua profissão – é o momento em que você avista a cachoeira, e com o pouco recurso que tem, tenta buscar uma solução, até entrar em desespero, que é o processo da queda na cachoeira.

Enquanto você se debate tentando fazer uma centena de ferramentas para descobrir o seu propósito, assim como a pessoa desesperada que está se afogando e luta contra coisa alguma, sua busca só acontece quando você se acalma, e encontra a sua luz pessoal, e nada até a superfície.

A crise do propósito

O problema deste processo de busca de propósito está em dois momentos.

O primeiro é quando você passa a acreditar que de fato a cachoeira existe, e este é o momento que você passa a ouvir mais os especialistas que vendem o conceito de propósito do que fazer o seu trabalho e descobrir no campo – fazendo.

O segundo momento é quando você está desesperado por não encontrar o seu propósito, e vai se agarrando em qualquer coisa que passe por perto, ao invés de parar e silenciar o barulho externo para encontrar o seu propósito dentro de você, e não fora.

Então algumas pessoas já tem o seu propósito bem definido, e às vezes começam no coaching justamente por causa deste propósito. Estes geralmente são a persona do seu propósito, já no estágio avançado, e então já viveram o caminho, basta ensinar.

E aqueles que começam no coaching na busca de ajudar pessoas e ser remunerado por isso não precisam ficar na mesma pressão. Assim como a pessoa se afogando, o desespero para encontrar um propósito só vai fazer com que o seu oxigênio acabe mais rápido, e de repente, o trabalho de ajudar pessoas que te fazia feliz se torna um tormento.

Quando você silencia as vozes externas e se acalma, você conseguirá enxergar a direção que você precisava seguir, e estava lá o tempo todo, mas você não conseguia ver. E quando você silencia o mundo, basta perceber os sinais para encontrar o seu propósito.

Leia também:  O que o coachee pro bono pode esperar de um processo de coaching?

Sinais de que o propósito está próximo

Algumas dicas pertinentes e simples podem te ajudar a sair do barulho externo e aprender a identificar se o seu propósito está próximo:

  • Dos clientes que você atende, o tipo de demanda que mais te empolgou em ajudar pode ser o seu propósito – invista energia em encontrar mais clientes com esta demanda e valide esta paixão;
  • Siga as pistas daquilo que você mais gosta, e outras pessoas poderão precisar de ajuda dentro do mesmo assunto;
  • Use um processo de eliminação, e enumere os nichos de mercado que você não gostaria de atuar – isso vai clarear um pouco a sua mente;

Propósito como estratégia de marketing

Não se impressione demais em sua carreira de coach com a necessidade de ter um propósito para usar como estratégia de marketing.

Para quem já descobriu o seu propósito, deve usar como marketing, afinal é provável que ele se tornará muito bom, é uma paixão.

Se você não descobriu, siga uma linha de trabalho consistente e não se desespere – encontrar o propósito é simplesmente um processo de se apaixonar pela vocação que já está dentro de você.

Assine, não perca nenhum conteúdo:

Porque ter um propósito como coach é importante para você
4.7 - 7 votos
SistemizeCoach
Siga-me

SistemizeCoach

Uma única plataforma para gerenciar todo o processo de coaching. Com a SistemizeCoach, você não precisará de Excel, Word e Outlook para gerenciar as suas sessões.

Crie ferramentas visuais, armazene o histórico de suas sessões e tangibilize o processo com relatórios completos para o seu coachee.

CONHEÇA A PLATAFORMA
SistemizeCoach
Siga-me