Qual é o significado de coaching, coach, coaches e coachee?

Com o crescimento da internet e, por conseguinte, do marketing digital, principalmente nas redes sociais, o coaching e os seus termos relacionados estão amplamente difundidos.

Muitas pessoas têm visto algumas informações sobre coaching, coaches, coachees, mas ainda não compreenderam bem o que tudo isso significa.

Por isso, preparamos esse artigo explicando cada um desses termos para que você entenda melhor o que significa cada um deles dentro da dinâmica do coaching.

O que significa coaching?

O termo coaching pode confundir à primeira vista. Essa palavra vem da língua inglesa e a sua tradução é “treinamento”. Porém, na realidade, um processo de coaching não é um treino ou um condicionamento passo a passo.

O coaching utiliza métodos, técnicas e ferramentas para ajudar pessoas a transformarem as suas vidas em qualquer uma de suas áreas.

Podemos falar que um processo de coaching leva o cliente atendido do seu estado atual para o estado desejado. Isso significa que quem faz sessões de coaching evolui ao longo do processo, deixando seu antigo comportamento para trás e conquistando novos feitos e objetivos.

Nas sessões de coaching, o cliente terá o auxílio de um profissional para entender melhor a sua situação atual, quais são os seus pontos fortes e fracos, quais oportunidades ele poderá aproveitar, quais são as suas motivações e quais informações deve usar para tomar suas decisões.

Todo esse processo é feito por meio de perguntas poderosas, que farão com que a pessoa atendida no processo de coaching encontre as suas próprias respostas.

Ou seja, o cliente não será treinado a fazer algo e sim estimulado a buscar o seu autoconhecimento e entender como usar suas qualidades para atingir o seu objetivo, mantendo sempre a motivação em alta.

Quem tem interesse em ter sua vida pessoal ou profissional transformada precisa ter um objetivo muito claro em mente para ser trabalhado durante o processo de coaching.

Isso porque o coaching deve ser focado em uma questão específica, o chamado estado desejado do cliente. As sessões não poderiam ser bem aproveitadas se houvesses questões diversas sobre áreas diferentes.

Por exemplo, caso alguém decida fazer um processo de coaching com o intuito de emagrecer e no meio de uma sessão essa pessoa pede auxílio em relação a sua vida profissional, haverá uma quebra de sequência lógica do processo.

Sem falar que, por falta da aplicação correta do método e pelo tempo reduzido para tratar sobre as duas questões, provavelmente nenhum dos problemas seria resolvido de forma satisfatória.

O que é coach, coaches e coachee?

Enquanto o coaching é o nome do processo, o coach é o profissional responsável por aplicá-lo. Já a palavra coaches significa apenas o plural de coach.

Coachee é o cliente atendido pelo coach nas sessões de coaching. E o plural de coachee é coachees.

Quem acompanha o meio esportivo já ouviu a palavra “coach” diversas vezes. Esse é um termo bastante usado para denominar a função dos treinadores de um time. Mas, quando falamos de processos de coaching, não devemos pensar no coach como um técnico.

O coach atua na verdade como um direcionador dos seus coachees. Durante as sesssões, os coaches aplicam algumas técnicas específicas para cada um dos seus clientes, fazendo perguntas e ajudando a interpretar as respostas dadas por esses coachees.

Leia também:  Pensamentos positivos

Um coach pode, também, dar algumas dicas pontuais e tirar algumas dúvidas dos seus clientes atendidos. Mas, em nenhum momento é papel do coach fazer algum treinamento passo a passo ou definir o que o seu coachee deve fazer ou decidir em relação a qualquer um dos seus problemas.

Há alguns coaches que optam por trabalhar também com a metodologia do mentoring, mas são exceções. Quando atuarem também como mentores, devem deixar isso explícito no seu contrato de coaching.

Profissionais que aplicam coaching e mentoring costumam trabalhar priorizando as técnicas e ferramentas de coaching e inserindo a mentoria nas sessões apenas em alguns momentos.

Mesmo quando um coach aplica uma sessão ou alguns ensinamentos usando as técnicas de mentoria, o foco será sempre estimular o coachee a pensar com a própria mente e andar com as próprias pernas. Ou seja, sempre haverá o estímulo para que cada cliente encontre as suas respostas, os seus anseios, suas motivações e tome suas decisões com coerência e segurança.

Outros termos importantes no coaching

Além daqueles que já mencionamos aqui no artigo, há outros termos muito comuns no mercado e na dinâmica do coaching. Confira abaixo alguns deles e entenda melhor o que cada um significa:

Nicho de coaching

Um nicho é uma área específica de mercado, que deriva de uma área de maior abrangência. Os profissionais de coaching geralmente fazem a opção de trabalhar com nichos por conta da especialização do trabalho. Ou seja, um coach de nicho é mais capacitado para atuar em uma área específica e opta por não atender clientes de coaching com objetivos diferentes da sua área.

Podemos citar alguns nichos de coaching mais conhecidos como: coaching de emagrecimento, coaching de relacionamento, coaching de família e coaching financeiro. Todas essas especializações são originadas do coaching de vida, que, por sua generalidade, não pode ser considerado um nicho.

Usando a mesma lógica, podemos concluir que, do coaching profissional, surgiram nichos como o coaching de negócios, coaching de carreira, o coaching executivo, dentre outros.

Além do nicho, há o conceito de micronicho, que é uma especialização ainda maior, derivada de um nicho existente. Alguns exemplos de micronichos são: coaching de emagrecimento pós-gestação, coaching de relacionamento para mulheres e coaching de negócios digitais.

Ferramenta de coaching

Uma ferramenta de coaching é uma esquematização elaborada para que o coach possa fazer as perguntas certas para o seu coachee, de acordo com um método lógico e de propósito bem definido.

Geralmente, cada sessão de coaching é conduzida por uma ferramenta diferente, que pode ter uma dinâmica mais simples, apenas com perguntas, ou ser um método que instigue a criatividade e o raciocínio do coachee com a aplicação de atividades práticas.

Há diversas ferramentas prontas, que já foram aplicadas com sucesso por milhares de coaches. Mas, dependendo da necessidade do cliente, o coach pode criar suas próprias ferramentas ou adaptar aquelas existentes.

Uma ferramenta pode ser apresentada em forma de gráfico, como a roda da vida, de tabela ou ser uma simples sequência de perguntas.

Leia também:  Quais perfis podem se beneficiar com o coaching?

Técnica de coaching

As técnicas de coaching não devem ser confundidas com as ferramentas. Uma técnica é um simples método de aplicação rápida de perguntas que pode, inclusive, ser usado como auxiliar de uma ferramenta de coaching.

Esse tipo de técnica serve para provocar algum estímulo específico, para ajudar a eliminar crenças limitantes, para destravar o coachee em um momento em que ele apresenta dificuldades em responder a uma ferramenta, dentre outros objetivos.

Sessão de coaching

A sessão de coaching é um encontro entre o coach e o seu coachee. Cada um desses encontros pode ter uma duração entre 1 e 2h, em média, dependendo do objetivo do cliente e de outros fatores.

O intervalo ideal entre duas sessões é de uma semana. Mas, em alguns casos, esse período pode ser mais longo, principalmente quando o coachee precisa realizar alguma tarefa mais trabalhosa entre as suas sessões.

Processo de coaching

O processo de coaching compreende o período entre a primeira e a última sessão. O primeiro encontro entre coach e cliente, caso sirva apenas para tirar dúvidas e assinatura do contrato, não é considerado como parte do processo de coaching.

Contrato de coaching

O contrato de coaching é um documento formal, com validade jurídica, que serve para firmar o compromisso entre profissional e cliente. Um contrato é importante para garantir ao coachee os seus direitos, como a confidencialidade do processo, e registrar as condições da prestação do serviço pelo coach.

Para o coach, o documento é importante para proteção contra possíveis exigências fora do acertado entre as partes, dentre outros aspectos práticos e legais.

Patrocinador

A figura do patrocinador, caso exista, é importante para a confecção do contrato de coaching. O patrocinador é a pessoa que não é o coachee, mas é o responsável pelo pagamento do processo de coaching. Por conta disso, ele deve ter os seus direitos e deveres descritos no contrato.

Em alguns nichos é bastante comum a presença de um patrocinador, como, por exemplo nos casos de coaching executivo, geralmente pago pelo patrão. E também no coaching para vestibulandos, pago pelos pais ou responsáveis.

Assine, não perca nenhum conteúdo:

Qual é o significado de coaching, coach, coaches e coachee?
4.8 - 86 votos
SistemizeCoach
Siga-me

SistemizeCoach

Uma única plataforma para gerenciar todo o processo de coaching. Com a SistemizeCoach, você não precisará de Excel, Word e Outlook para gerenciar as suas sessões.

Crie ferramentas visuais, armazene o histórico de suas sessões e tangibilize o processo com relatórios completos para o seu coachee.

CONHEÇA A PLATAFORMA
SistemizeCoach
Siga-me

Últimos posts por SistemizeCoach (exibir todos)